Alimentação com alérgenos reduzidos

Alergias e alimentação

Embora possa parecer surpreendente, é desejável que os bebés contactem durante o primeiro ano com aqueles alimentos que têm um elevado potencial alergénico. Desta forma prepara-se e reforça-se o sistema imunológico numa idade precoce. De acodo com os conhecimentos científicos mais recentes este facto é inclusivamente positivo para bebés suscetíveis de padecer de alergia. Por isso, a partir do início do 5º mês pode introduzir-se (a pouco e pouco, de forma gradual e segundo as necessidades do bebé) leite de vaca, peixe e ovo na alimentação. Inclusivamente os bebés que ainda bebem leite materno e que não são suscetíveis de padecer de alguma alergia, deveriam ingerir pequenas quantidades de leite de vaca na papa láctea de cereais.

O que é uma alergia?

No caso de uma alergia real a um alimento produz-se uma hipersensibilidade do sistema imunológico humano a uma proteína concreta que contêm certos alimentos. As proteínas, que são as moléculas que desencadeiam as alergias, também se denominam de alergénios. Visto que os diferentes alimentos contêm proteínas completamente distintas, produzem-se reações alérgicas muito específicas apenas após o contacto com um alimento ou um ingrediente concreto. Por outro lado, no caso de intolerâncias, o sistema imunológico não está envolvido, como por exemplo na intolerância à lactose ou ao glúten.

Sintomas alérgicos

Nos lactentes, os sintomas surgem sobretudo ao nível da pele e do trato gastrointestinal. Estes sintomas podem manifestar-se através de zonas de áreas de pele seca, escamosa ou húmida que provocam comichão desagradável, passando por vermelhidão e pústulas até irritações na zona da fralda. Vómitos regulares, diarreia e sangue nas fezes após a toma de um alimento concreto podem ser indicativos de uma alergia.

O papel do leite materno na prevenção de alergias

O leite materno é o melhor alimento e o mais adequado para prevenir a alergias do bebé. Durante as primeiras horas após o nascimento, o leite é especialmente rico em nutrientes imunológicos que potenciam as defesas infantis, convertendo-se assim na primeira "vacina bebível". O leite materno é o alimento melhor adaptado às necessidades do bebé e proporciona todos os nutrientes que necessita. As intolerâncias ao leite materno são muito pouco habituais. A amamentação exclusiva protege o bebé evitando que este ingira outro leite e evitando assim o contacto demasiado cedo com possíveis alergénios, como o leite de vaca ou de soja. Embora a alimentação sólida só aconteça mais tarde, a amamentação é ainda compatível e inclusivamente recomendável. Além do mais, os alimentos sólidos são mais fáceis de digerir se forem combinados com o leite materno. Isto também se aplica ao glúten, um componente da proteína que se encontra presente na maioria dos cereais. Por isso o ideal seria preparar a papa láctea com leite materno e fazer 1 a 3 tomas diárias de leite materno em conjunto com a alimentação sólida.

As nossas recomendações para uma alimentação com baixo potencial alergénico:

Recomendações gerais:

  1. para jogar pelo seguro, deve acostumar o bebé a pouco e pouco à comida sólida, para conseguir reconhecer possíveis intolerâncias ou alergias. A regra de ouro é: introduzir apenas um novo alimento por semana e substituir a cada mês a toma de leite por uma refeição de papa.

  1. Com uma seleção acertada da alimentação sólida, a profilaxia contra as alergias pode reforçar-se muitto bem com o leite materno. Como primeiro alimento sólido são muito adequados os legumes e fruta cozidos, visto que têm muito menos potencial alergénico do que cruas.

  1. Para uma introdução suave da alimentação sólida as papas de um só cereal são as mais adequadas. A papa de milho-miúdo sem glúten, por exemplo, pode preparar-se como uma refeição sem leite, com fruta e legumes. É especialmente recomendável a combinação de cereais com leite materno para preparar uma papa láctea de cereais.

Mais recomendações:

Em caso de alergia ao leite de vaca

Em caso de alergia aos cereais

Outras recomendações

Ainda tem questões a colocar?

Temos gosto em ajudar!

Envie-nos um e-mail para:
babyfood@holle.ch

ou telefone-nos para o
tel.: +41 (0)61 555 07 00