Produtos com CO2e neutro

Produtos com CO2e neutro

Com o lema "Fazer bom solo", empenhamo-nos pela protecção do clima em todo o mundo. Desde o início de 2013 que compensamos as emissões de CO2e, provocadas pela produção dos nossos produtos lácteos, através de projectos biodinâmicos de compostagem da Soil & More no Egipto e na África do Sul. A partir de Novembro de 2014, também as papas de cereais da Holle e todas as papas de leite da Holle têm CO2e neutro.

CO2e neutro significa que os produtos de agricultores são fabricados em processos com CO2e neutro desde a produção até ao fornecimento ao comércio grossista. Com o nosso empenho, 35 hectares (350.000 metros quadrados) de deserto são, anualmente e desde 2013, tornados aráveis e cultiváveis para a agricultura biológica. Isso corresponde a cerca de 45 campos de futebol (norma da FIFA). Na África do Sul, desde o início de 2008 que resíduos verdes municipais são reciclados em grande escala e transformados em terra vegetal de alta qualidade, o que poupa anualmente cerca de 60.000 toneladas de CO2e. A Holle empenha-se aqui desde meados de 2013.

Pegada ecológica ou pegada de carbono dos leites para lactentes Holle, papas de cereais e papas de leite

Num primeiro passo no caminho rumo a produtos com CO2 neutro, a empresa Soil & More International calculou primeiro todas as emissões correspondentes de gases com efeito de estufa, provocadas nas fases de fabrico (produtores de leite, agricultores de cereais), produção (transformação do leite, transformação dos cereais), transporte e logística, assim como administração (Holle baby food GmbH), a fim de, num segundo passo, as neutralizar com a ajuda das chamadas licenças de emissão. Em Janeiro de 2013 começámos com os produtos lácteos para bebés da Holle. A partir de Novembro de 2014, também as papas de cereais da Holle e todas as papas de leite da Holle têm CO2 neutro.

A Soil & More tem um compromisso, entre outros, com a agricultura biológica e sustentável e incentiva, com sócios de países em vias de desenvolvimento ou recentemente industrializados, instalações que transformam resíduos orgânicos, como restos vegetais da colheita, cortes de erva e esterco, em composto valioso graças a um processo de compostagem aeróbia e enriquecido com oxigénio. Nestes processos de transformação gera-se apenas uma quantidade mínima de emissões de gases de efeito de estufa em comparação com a que se geraria no caso de estes restos serem eliminados de forma convencional, quer seja queimando-os ou através de uma decomposição controlada. Esta contribuição para a redução do efeito de estufa é recompensada com licenças de emissões comercializáveis.

Tanto o projecto de redução de CO2 como as licenças estão em conformidade com a empresa TÜV Nord Cert GmbH e cumprem todas as exigências das Nações Unidas. Para compensar as emissões de gases com efeito de estufa, provocadas pelo fabrico dos produtos da Holle, desde o início de 2013 que são usadas licenças de emissão do projecto de redução de CO2 em SEKEM, no Egipto, assim como desde meados de 2013 licenças de emissão do projecto Reliance, na África do Sul. Em ambos os projectos é processada biomassa, que é transformada em húmus de alta qualidade através de compostagem aeróbia controlada. No Egipto, Soil & More opera duas instalações de compostagem com o seu parceiro egípcio, o Sekem Group. Na África do Sul, Soil & More também construiu com a empresa Reliance uma instalação de compostagem, que entretanto é operada autonomamente por Reliance. Aqui é realizada a compostagem dos desperdícios verdes municipais da Cidade do Cabo.

Composto para o clima

Fazer bom solo - passo a passo através da criação de húmus e da gestão sustentávelde solos

Os solos são um dos maiores reservatórios naturais de carbono do nosso planeta. Por um lado isso dá-lhes a possibilidade de, em combinação com muitos milhões de microrganismos, formar uma estrutura física que gere eficientemente água e nutrientes. Por outro lado, está no centro do debate sobre o clima, uma vez que as alterações climáticas não podem ser paradas sem uma criação e protecção sustentáveis dos solos. A Holle apoia os projectos de compostagem da Soil & More porque estes não são projectos que se dedicam apenas e meramente à redução de emissões, colocando principalmente o seu foco no desenvolvimento de solos férteis sustentáveis e, consequentemente, no aumento e na garantia da produtividade e na poupança de água.

A agricultura sustentável apoiada por compostagem tem diversos efeitos positivos sobre solos agrícolas. Realizada correctamente, contribui, não só a longo prazo, para um abastecimento melhor da alimentação e para um manuseamento protector de recursos escassos, tais como a água, oferecendo também uma base de subsistência segura a numerosos agricultores nas zonas rurais desfavorecidas. O que antes era eliminado como resíduo, transforma-se numa matéria-prima valiosa que contribui para o aumento do rendimento, o melhoramento da segurança alimentar e a conservação do ambiente paisagístico. Nós acreditamos que o comércio de licenças de emissão pode contribuir para a promoção da agricultura sustentável.